A superação vem de dentro de nós

Não temos dias bons todos os dias, às vezes parece que os dias ruins são mais comuns do que pensamos. Se assistimos TV são notícias que nos deixam chateados, com medo, desesperançosos. Não importa se vem da televisão, das redes sociais, dos jornais ou de uma conversa informal, são problemas e dificuldades que não acabam mais.

Procurar uma luz no fim do túnel parece quase improvável. Fato é que as pessoas, muitas já, estão sem esperança e mudam-se de país, de casa, de escola, de trabalho, de relacionamento, procurando a paz e a tão sonhada felicidade. Quando podemos mudar simplesmente e isso resolve o problema, ótimo, mas e quando o problema está dentro de nós, mudar para onde se carregaremos para onde formos a nossa carga emocional?

Quando enxergamos que a dificuldade maior não está do lado de fora da gente nos deparamos com um impasse. Precisamos mudar algo dentro, e isso não dependerá de ninguém, nem do lugar que estivermos cercados. Faz parte da nossa humanidade vencer todos os obstáculos que a vida pode nos impor. E se estivermos vivendo um momento assim, de decisão é preciso saber de algumas coisas.

A primeira delas é que somos capazes de superar. Parece meio clichê, mas muita gente se vê pequena, fraca, incapaz de seguir em frente e se reerguer de qualquer dificuldade. Independente de quem somos, de onde vivemos e como vivemos, somos capazes de feitos grandiosos.

Um passo à frente está quem tem fé, quem crê, quem mantém a esperança viva, porque assim podemos ter uma atitude positiva frente às adversidades. Os fatos continuarão acontecendo, bons e ruins, mas como os veremos fará a diferença. E isso é algo que precisa ser transformado num hábito. Transformar o mal no bem requer mudança de percepção. O dia amanheceu chuvoso, é você que decide se será um dia bom ou ruim, por exemplo.

Outro ponto é reconhecer em nós a parte do divino, da criação, do universo. Sabemos que existimos e por isso só já deveríamos saber que a mesma força que foi capaz de criar tudo tem o poder de nos ajudar a vencer qualquer dificuldade e mais que isso, de possibilitar a realização dos nossos desejos.

Nossas emoções têm força e moldam nossos pensamentos e, tudo o que colocamos em evidência, através do que pensamos, mais cedo ou mais tarde chegará até nós. Infelizmente as pessoas pensam, envoltas de emoções das piores possíveis, em tudo, menos na superação, que será possível ter uma solução, mesmo que no momento possa parecer o contrário.

Carregamos emoções desnecessárias dentro de nós. Amores mal-acabados, raivas, mágoas, inimizades, palavras engasgadas, discussões inacabadas, revoltas, fracassos, falta de perdão e por ai vai… Com tanto lixo emocional fica difícil pensar em coisas boas. Sem nos darmos conta atraímos para nós todo tipo de azar, não porque é uma questão de sorte, nem de destino, mas do que oferecemos para o mundo.

Esvaziar-se é a chave para um reencontro com nós mesmos. Isso vale para tudo que está guardado por muito tempo se tornando um peso desnecessário nas nossas costas! Quem se esvazia pode se encher novamente e ai cabe avaliar com o que iremos nos nutrir, qual será o combustível para nossa vida? Não importa a idade que tivermos, sempre será possível recomeçar.

Fazer as pazes consigo mesmo é um bom caminho para encontrar a tal luz no fim do túnel. A superação de todos os problemas, acredite, está dentro de nós, mesmo que estejamos ainda desempregados, doentes ou solitários. Não importa os acontecimentos, se conseguirmos ver a força que temos e a fé que cultivamos, tudo é superado. Seremos capazes de enfrentar qualquer coisa com o olhar otimista, com a energia revigorada e com a esperança reavivada.

Morrer custa muito, que possamos morrer sim, mas para nossas miudezas, nossos preconceitos, nossos descasos, nossas mazelas. Mas morrer para a vida é como desistir de quem somos e no sentido que damos à ela. Qual é o meu dom? Por que eu estou aqui? Estou existindo ou sendo alguém nesse mundo? Questionar-se é sem dúvida a porta aberta para o autoconhecimento. Permita-se ser, se perder e se achar, encontrar-se consigo mesmo.

Nada que vem de fora tem o puder de curar-nos, mas o que está dentro sim. Você pode e deve, basta simplesmente tomar a decisão. Decida-se.

Deixe seu comentário. É muito importante para mim.