Não aceite migalhas

tumblr_m4df25pi0z1qkiy1to1_500_large

Todo relacionamento para ser sadio deve ser inteiro, completo, recíproco, tudo que for diferente disso não vale a pena, só lhe fará sofrer.

Não é difícil ouvir uma história de algum relacionamento que não dá certo, ou que faz com que um dos dois estejam cansados ou desaminados em continuar com a relação. Isso é muito comum, parece até que a maioria das pessoas sofrem por isso.

O motivo para tanta “sofrência” assim vem da dificuldade que as pessoas tem em amar. O amor é simples, mas as pessoas, todas, tem uma necessidade de complicar as coisas. Fazem joguinhos, falam uma coisa, demonstram outra, mistificam a diferença entre o amor de um homem e o de uma mulher, levam para novos relacionamentos traumas anteriores, não perdoam, remoem mágoas e por ai vai.

E ao mesmo tempo em que faz outras pessoas sofrerem também sofre pela carência de afeto que nunca recebeu. Claro que a origem muitas vezes vem lá de tras, famílias que tiveram dificuldade em demonstrar amor para seus filhos acabam por desenvolver algumas dificuldades de relacionamento que só serão percebidas mais tarde. É um ciclo que nunca se finda até que a pessoa perceba e lute para sair dele.

Todos os seres humanos precisam de amor. Ninguém sobrevive sem, mesmo que seja uma fantasia de ser amado, o amor sempre vai envolver o imaginário das pessoas e por mais que hoje nossa sociedade demonstre o contrário do tipo “não estou nem ai”, está sim, lá dentro algo grita por afeto, por carinho, por atenção, por amor, nem que seja o amor próprio!

Outra forma de sair desse ciclo de infelicidade é não aceitar qualquer coisa. Sentimento tem que ser sadio, tem que acrescentar alguma coisa. Infelizmente muita gente aceita ser tratada de qualquer jeito, como quem aceita migalhas de amor. Atenção, se for regrado, se for medido, se for sobra, se for doentio, não é amor!

O amor é uma completude, o amor é imensidão, o amor não cabe no peito, não falta nada, é êxtase, é tudo aquilo que a gente sente e não consegue explicar direito. Por isso não aceite qualquer coisa. Esse amor que acabo de descrever, apesar de muitos acharem que não exista, ainda existe sim, mas muita gente anda por ai perdendo seu precioso tempo dando o que não tem para quem não quer receber e muito menos retribuir.

Por isso muitas vezes é melhor ficar só e começar a se conhecer e desta forma se amar. O amor próprio é o primeiro e único sentimento que deve durar por toda a vida. Infelizmente todos os outros amores vão e vem, muitas vezes permanecem como o de familiares, de alguns amigos, de um amor por outra pessoa… Mas com certeza enquanto tiver sopro de vida em você o amor próprio deve existir, porque muitas vezes na vida só vai sobrar ele mesmo.

Ninguém pode trazer aquilo que nos falta. As pessoas nos completam, nos acrescentam, mas não tem o poder de fazer algo que nunca existiu aparecer dentro do nós. Muita gente é carente de outra pessoa, mas não ama. O amor não precisa disso. Não precisa pedir, não precisa chorar, não precisa sofrer. Tudo que trouxer sentimentos ruins não é amor e por isso mesmo não vale seu precioso tempo nesse investimento emocional.

Muita gente tem medo de perder. Mas ninguém é de ninguém e é justamente por isso que não perdemos pessoas. Quando um relacionamento acaba devemos sofrer sim, sentir a tristeza, chorar, deixar o tempo passar, mas nenhum medo pode nos paralisar, nem o medo da solidão. Não sinta pena de você.

Todas, todas as pessoas nesse mundo são especiais, únicas e insubstituíveis, por isso nesse mundão de gente sempre terá aquele que mereça o seu coração e que vai te amar por razões únicas e melhor, sem precisar cobrar por isso. O ditado é muito velho, mas antes só do que mal acompanhado, prefiro mudar para antes só do que mal amado. Não aceite migalhas, você merece tudo e com sobremesa!

Deixe seu comentário. É muito importante para mim.