Aprenda a dizer “não”

14navio_afp

“O vigia de uma pequena aldeia tinha a função de manter acessa a luz do farol. Para tanto, devia abastecê-lo com óleo dia e noite. Era um trabalho de muita responsabilidade, pois o farol guiava os navios que passavam por um local estreito, perigoso e cheio de rochas.

Próximo ao farol havia uma pequena aldeia e, constantemente, um morador de lá ia procurar o vigia para pedir-lhe um pouquinho de óleo para suas lamparinas. O vigia, homem muito bondoso, nunca lhe dizia “não”. Agindo assim, com o tempo, o faroleiro gastou todo suprimento de óleo do farol e, pouco a pouco, a luz da importante torre foi enfraquecendo, até apagar completamente. O vigia se apavorou quando viu diante dele o quadro que ele mesmo ajudara a pintar: Um grande navio cheio de tribulantes se aproximou do estreito, bateu nas rochas e afundou. Sua atitude insensata e irresponsável, ainda que bem intencionada, acabou provocando a morte de muitas outras pessoas.

Em alguns momentos da vida, temos de agir com firmeza e saber dizer “não”. Se nos desviarmos das nossas responsabilidades, poderemos causar perdas para quem depositou confiança em nosso trabalho.”

(Texto extraído do Livro “O que podemos aprender com os Gansos de Alexandre Rangel)

Deixe seu comentário. É muito importante para mim.